MARCELA LANSON

 
Meu namorado Thomas estava escrevendo um livro de ficção online e prometeu que eu faria parte dele. Um dia ele cumpriu o prometido: passei a fazer parte da história e comecei a interagir com os leitores. Na época em que isso aconteceu ele me passou algumas informações, me deu um endereço na rede, e aqui estou, até hoje, me decompondo em bits dentro de um quarto e sala digital.

Definiu-me em sua história como uma mistura de anjo e demônio, que conseguiu fazer com que ele regredisse à minha idade, 17 anos na época, quando ele já tinha quase o dobro. E tudo começou apenas com uma discreta troca de olhares, em uma aula na Aliança Francesa.

Nunca fui muito bem aceita entre seus amigos. Roberta, a publisher do livro e ex-mulher do Alex, sempre me achou uma imbecilóide por eu ser modelo e ela jornalista. É uma nerd pseudo-tecno-intelectual e se acha revolucionária, se acha o centro do mundo – o resto todo é formado por imbecis.

Mas a Fernanda me ajudou muito, me ensinou a gostar de gente como Artaud e Hesse. Em seu apartamento de Paris tem um grande poster de Artaud, vestido de monge beneditino, e uma porta de vidro espelhado, inspirada no “Lobo da Estepe”.

Hoje continuo muito preocupada com o personagem de Thomas nessa ficção, por que no fundo ela é sobre a sua própria vida. As personagens são os seus amigos e as pessoas que fazem parte de seu convívio, e o final tem algo muito estranho, que não me agrada. Existe um vazio e uma ausência de vida na cena final da praia que não entendi e também não gostei.

Atualmente sou modelo fotográfico e desfilo pela vida com maquiagem pesada, roupas sombrias, olhos fundos e frágeis, como se estivesse vivendo a atmosfera decadente de muitos anos atrás, na qual minha mãe viveu, fotografou e desfilou. Mas esse look é mais pelo desaparecimento de Thomas do que por minha história.

Sobre bookmarks, perfume predileto, desodorante, dieta, novo design do meu site, como perdi a virgindade, o filme preferido, e todas aquelas outras informações babacas que os curiosos procuram arrancar das modelos, ficam para mais tarde.

 

A entrega do CD A entrega do CD Plano de Viagem Home