COLOCO OS ÓCULOS ESCUROS E VEJO A MANHÃ VERDE

 
A madrugada se foi, o sol caiu sobre mim, e sou obrigado agora a mostrar ao dia as minhas mãos vazias. Recolho os trapos do que esta noite fui e queimo-os, dispo os retalhos do meu corpo cansado e atiro-os ao mar. Coloco os óculos escuros e vejo a manhã verde. Só o que ficou em minha boca foi um gosto de estrelas mortas.

Tentarei viver, novamente.

 

Apenas vultos Coma Plano de Viagem Home