Author: Marco Antonio Pajola

Os Bastidores

Nos bastidores encontram-se esboços de ideias e textos que chegaram a ser escritos mas não foram incluidos na história. Algo que todo escritor tem em seus rascunhos, mas abandona antes de amadurecer. Ou detalhes que ele encontra na vida, recria, acredita, mas em um certo ponto da história os abandona. Encontros, amores, discussões, paixões, olhares, cenários, paisagens… Às vezes textos curtos, apenas frases, outras capítulos inteiros, o fato é que Passenger recebeu de Thomas muitos escritos e anotações que ele não deletava, apenas identificava ora cortando-os ao meio, ora colocando-os em diretórios identificados por ‘Bastidores’. Por que ao contar...

Read More

Textos dos Moleskines

Nos moleskines escontram-se textos em prosa, poesias, imagens, pensamentos dos personagens, inclusive do próprio Passenger, que era o editor do livro em sua história. Ao entregar o CD Thomas informou a Passenger que havia três diretórios bloqueados por senha, que não faziam parte da história: Moleskines, Bastidores e Flashbacks. Apesar da carta branca que havia dado a ele para editar a história do jeito que quisesse, pediu que não tentasse desbloqueá-los, e caso o fizesse, esses textos não deveriam ser utilizados. Passenger respeitou a sua vontade até dezembro de 1999, mas depois que o amigo desapareceu, não viu motivo...

Read More

Flashbacks

‘Flashbacks’ é um dos diretórios bloqueados no CD entregue a Passenger no verão de 1995. Nele os textos ora relatam processos de flashbacks mentais vividos por Thomas ou Fernanda, ora mostram a mesma cena do texto como se estivesse sendo vivida em um outro lugar, narrada por outra pessoa, em outro tempo ou dimensão diferente da que se encontra o...

Read More

A gata dos flashbacks

A GATA DOS FLASHBACKS Eu caminhava pela praia muito cedo quando percebi aquele vulto caminhando em minha direção. O coração disparou. Eu só havia sentido o contato com o seu corpo, não conheci o rosto, mas apesar do sol e da bruma senti que era o mesmo daquela manhã. Quando estávamos a pouco mais de 20 metros foi como se começássemos a nos movimentar mais lentamente, ele não chegava nunca, e a pulsação cada vez mais forte. Eu precisava ver aquele rosto, o coração parecia que ia explodir. Quando me dei conta estávamos mesmo caminhando em câmera lenta, não...

Read More

Interações

INTERAÇÕES Ao abrir a interação entre personagens e leitores o autor mergulha no desconhecido, e os riscos da vida passam a existir na ficção. Às vezes as máscaras travam, ou se despreendem do rosto, e o leitor enxerga o personagem como alguém da vida real, ou o personagem, criado pelo autor, se confunde com o criador. Ou melhor, é o próprio autor está vestindo a máscara do personagem para interagir com o leitor. É bastante fácil imaginar o que pode ocorrer. São incansáveis trocas de máscaras a cada contato, a cada mensagem, sujeitas a diferentes interpretações. Ora somos corpo,...

Read More